Jetibá Online
Rádio Jetibá Online

25 de Junho de 2019 | Santa Maria de Jetibá, ES

Busque no Jetibá Online:



Notícias

Ação integrada de educação conscientiza mais de 3.400 motociclistas no ES
Publicado 1 de junho de 2019

 

61834208_416738188907390_7262247526634356736_o

 

Com o claro objetivo de conscientizar os motociclistas sobre a importância de terem atitudes corretas nas vias, órgãos de trânsito realizaram, nesta sexta-feira (31), blitzes educativas integradas em 46 municípios do Estado. No total, foram abordados 3.458 de condutores.  A iniciativa foi desenvolvida pelo Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES) e da Polícia Militar, em parceria com a Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Guardas de Vitória, Vila Velha, Serra, Cariacica e apoio da Secretaria de Estado da Saúde / Vida no Trânsito, Rodosol, Fetransportes e Transcares.

 

O diretor geral do Detran|ES Givaldo Vieira afirmou que, para reduzir o número de acidentes com motociclistas é preciso que a educação de trânsito caminhe junto com a fiscalização, em um pacto que envolva poder público e a sociedade.

 

“Fizemos, numa importante parceria, uma grande ação para conscientizar condutores de todo o Estado, da Grande Vitória até o interior, contando com os distritos. Trabalhamos para proteger vidas, sobretudo das pessoas que andam sobre duas rodas. É lamentável termos notícia de vidas perdidas no trânsito como a dos últimos dias, causadas, muitas vezes, pela falta de responsabilidade de um condutor. Por isso, vamos também intensificar a fiscalização, com integração de forças, com foco na proteção da vida dos capixabas”, assinalou Givaldo Vieira.

 

O comandante do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), tenente-coronel Glariston Fonseca Nascimento, destacou a integração entre os órgãos para proteção de vidas no trânsito.

 

“Avaliamos com muito bons olhos a integração nas blitzes educativas, pois os acidentes com motociclistas têm aumentado no Estado, junto a sua gravidade. Precisamos cada vez mais unir forças na educação e na fiscalização de trânsito para reverter esse cenário ruim. Contemplamos também o interior do Estado nessa ação para gerar conscientização e evitar mais vidas perdidas e pessoas com lesões permanentes por causa de acidentes”, salientou o comandante.

 

 

Anjo amarelo

 

Na ação, agentes educativos customizados de anjos, policias, guardas e agentes de trânsito interagiram com os condutores, em 67 pontos de grande circulação de motos nas cidades, a partir de um questionário sobre as condições dos itens obrigatórios, como o capacete; a manutenção do veículo; sobre o comportamento de cada um no trânsito tendo em vista as imprudências e imperícias como grandes causadores de acidentes, e, ao final, deixaram uma mensagem educativa para as pessoas. Em alguns desses pontos, também foram distribuídos informativos com orientações para os motociclistas. As blitzes educativas encerraram as ações do Maio Amarelo no Estado.

 

c46b843e-d817-443b-bd3d-a4c4c14eb299

Abordado no ponto localizado na ES 010, em Manguinhos, na Serra, o motociclista Thiago Paixão respondeu ao questionário e elogiou a iniciativa.

 

“Mais importante que a informação educativa é a gente colocar em prática o que acabamos de ouvir. Eu tento manter um comportamento seguro porque sei que qualquer colisão, vou sofrer mais que qualquer pessoa”, disse Paixão, que revelou utilizar a moto profissionalmente e para passeio.

 

O motociclista Adriano Roberto, de Ibatiba, pontuou a prudência no trânsito como a melhor forma para reduzir acidentes. “É muito importante este trabalho para termos mais precaução ao conduzir a moto. Sei que a maioria dos acidentes é causado por condutas imprudentes”, afirmou.

 

Alerta para motociclistas

 

Dados de um relatório publicado pelo Observatório de Segurança Pública do Espírito Santo (https://sesp.es.gov.br/publicacoes-2) demonstram que, em 2018, 46% das mortes em acidentes de trânsito no Estado envolveram motociclistas e, no primeiro trimestre deste ano, de acordo com o mesmo estudo, 91 pessoas perderam a vida conduzindo motos em vias capixabas.

 

O estudo mostra que aproximadamente 78% dos acidentes fatais com motociclistas foram registrados no interior do Estado nos últimos seis meses e que 36% das mortes de motociclistas são consequências de quedas ou choques com pontos fixos, dado que pode demonstrar situações de imprudência ou imperícia.

 

Municípios

 

As ações foram realizadas em Aracruz, João Neiva, Linhares, Sooretama, Jaguaré, São Mateus, Nova Venécia, São Gabriel da Palha, Colatina, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Ecoporanga, Jerônimo Monteiro, Guaçuí, Cachoeiro de Itapemirim, Castelo, Vargem Alta, Mimoso do Sul, Anchieta, Piúma, Marataízes, Itapemirim, Afonso Cláudio, Conceição do Castelo, Laranja da Terra, Venda Nova do Imigrante, Ibatiba, Iúna, Irupi, Ibitirama, Muniz Freire, Brejetuba, Domingos Martins, Marechal Floriano, Santa Teresa, Santa Maria de Jetibá, Santa Leopoldina, São Roque do Canaã, Itarana, Itaguaçu, Vitória, Vila Velha, Serra, Guarapari, Viana e Cariacica.

 

Comentários