Jetibá Online
Rádio Jetibá Online

04 de Agosto de 2020 | Santa Maria de Jetibá, ES

Busque no Jetibá Online:



Notícias

Comércio de Santa Teresa vai atuar sem rodízio a partir desta quarta-feira (01)
Publicado 1 de julho de 2020

Santa Teresa. Foto de Stephen Rossi 3

Santa Teresa-ES. Foto: Stephen Rossi

 

 

Decreto autoriza o funcionamento de estabelecimentos comerciais, prestadores de serviços e restaurantes na cidade.

 

 

Para o enfrentamento à pandemia de Covid-19 e ao mesmo tempo movimentar a economia do município, a CDL Santa Teresa teve uma reunião com o Comitê Intersetorial de Enfrentamento do Covid-19 (representantes de vários setores da cadeia produtiva local), na quinta-feira (25), para definir a reabertura do comércio local sem rodízio.

 

 

Nesta terça-feira (30) a Prefeitura Municipal expediu o Decreto n° 216/2020 que autoriza o funcionamento de estabelecimentos comerciais, prestadores de serviços e restaurantes nos seguintes horários:

 

 

O comércio em geral poderá funcionar de segunda a sexta-feira, de 08h às 16 horas; restaurantes, lanchonetes, casas de chá, lancherias e similares (exceto bares) funcionarão todos os dias da semana, inclusive feriados, de 10h às 16 horas; e prestadores de serviços de segunda-feira a sábado, de 08h às 17 horas.

 

 

Os bares permanecerão fechados e a restrição de consumo de bebida alcoólica no local também. Os serviços essenciais (supermercados, farmácias, etc) continuam funcionando de acordo com o protocolo.

 

 

O prefeito Gilson Amaro disse que é preciso movimentar a economia do município, mas que também é preciso dobrar a atenção em relação aos cuidados nessa pandemia.

 

 

“Estamos a três meses nessa situação (de pandemia). O vírus ainda é um perigo para a sociedade, mas entendo que a economia tem que se movimentar. Temos esse novo Decreto, mas também temos que redobrar a atenção em relação ao aos cuidados relacionados à Covid-19”, relatou.

 

 

O presidente social da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Santa Teresa), Hugo Dettmann, lembrou que a fiscalização da prefeitura será intensificada para que as regras sanitárias sejam cumpridas.

 

 

“Haverá notificações, multas e até interdições para quem não cumprir o protocolo. A piora da situação epidemiológica pode fazer com que tudo volte como era antes. Portanto temos que manter as regras da Vigilância Sanitária do município, de higienização, distanciamento e uso de máscara”, salientou.

 

 

O Decreto destaca ainda que a “autorização de funcionamento das atividades comerciais pode ser revista a qualquer tempo, observando a dinâmica, as alterações de protocolos da pandemia e os indicadores de monitoramento municipal”.

 

 

 Risco Alto

 

 

Santa Teresa ainda está em Risco Alto no Mapa de Risco Covid-19, do Governo do Espírito Santo, que terá vigência até domingo, dia 5 de julho. Até o último domingo (28) o comércio estava atuando em sistema de rodízio na cidade.

 

 

No entanto, a recomendação da Secretaria Municipal de Saúde é a continuidade do uso de máscaras, da higienização das mãos e do distanciamento social e, de preferência, que as pessoas fiquem em casa.

 

 

O boletim mais recente, de 30 de junho, aponta 180 casos confirmados no município, com apenas 2 internações (1 paciente em leito e 1 na UTI). Já foram curadas 153 pessoas e 75 casos estão em investigação. São 649 notificações e 394 casos descartados, com 6 óbitos locais.

 

 

Decreto 216/2020

 

 

Fica autorizado o funcionamento de estabelecimentos comerciais, prestadores de serviços e restaurantes da seguinte forma:

 

 

I – Comércio em Geral: a) Segunda-feira a Sexta-feira: 08:00 às 16:00 horas; II – Restaurantes, lanchonetes, casas de chá, lancherias e similares, exceto bares: a) Todos os dias da semana, inclusive feriados: 10:00 às 16:00 horas; III – Prestadores de serviços: a) Segunda-feira a Sábado: 08:00 às 17:00 horas.

 

 

Confira o Decreto na íntegra:

 

 

https://www2.santateresa.es.gov.br/uploads/lei/decreto-216-retricoes-ao-comercio-revoga-143-1-1593545919.pdf

 

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Câmara de Santa Teresa

Comentários