Jetibá Online
Rádio Jetibá Online

23 de Outubro de 2019 | Santa Maria de Jetibá, ES

Busque no Jetibá Online:



Notícias

Dia da Árvore: alunos de Domingos Martins aprendem importância das abelhas para o reflorestamento
Publicado 21 de setembro de 2019

 

Dia_da_Árvore_alunos_de_Domingos_Martins_aprendem_importância_das_abelhas_para_o_reflorestamento_3

Texto: AssCom / Fotos: Divulgação

 

Domingos Martins , 20 Setembro 2019

 

Comemorado no próximo dia 21, o Dia da Árvore visa a conscientização a respeito da preservação desse bem tão valioso. E para conscientizar os jovens cidadãos, a equipe do Projeto Uruçu Capixaba promoveu um ciclo de palestras para alunos da Rede Municipal de Ensino de Domingos Martins, na Região Serrana do Espírito Santo.

 

Mostrando para as futuras gerações a importância das árvores, a cobertura florestal na manutenção e recuperação das nascentes e rios, a equipe do Uruçu Capixaba apresentou uma aliada forte no processo de recuperação das matas: as abelhas! “As ações de prevenção precisam ser constantes para que tenhamos sempre um ecossistema interagindo de forma harmoniosa e nada melhor do que contar com um aliado natural, as abelhas que tem um forte poder de polinização”, comentou o engenheiro florestal Guilherme Diniz.

 

Com alunos entre 4 e 11 anos, a Escola Municipal Pluridocente De Ensino Fundamental Fazenda Alberto Bringer (EMPEF), recebeu a palestra que teve como tema “O dia da árvore e conservação de abelhas”. Já na Escola Fazenda Germano Shwanz, os alunos aprenderam sobre a importância das abelhas para o meio ambiente, na polinização de sistemas agrícolas e florestas nativas, assim como os efeitos dos agrotóxicos em sua população.

 

Ao final das palestras os estudantes são estimulados a fazer um desenho que representava os entendimentos sobre os assuntos abordados na apresentação.

 

“A Mata Atlântica é um dos sistemas mais explorados e devastados pela ocupação humana, onde cerca de 70% da população brasileira vive em território onde antes havia esse tipo de cobertura. Aqui no Espírito Santo, o desflorestamento passou de 5 hectares em 2017 para 19 hectares em 2018, quase quatro vezes mais, restando apenas cerca de 10% do território capixaba com esse ecossistema. Por isso temos que educar nossas crianças desde bem cedo, para que aprendam como preservar, proteger e os perigos do uso indiscriminado de agrotóxico na zona rural”, finalizou Diniz.

 

Projeto Uruçu Capixaba

 

O projeto Uruçu Capixaba é realizado no estado do Espírito Santo, pelo Ibramar – Instituto Brasileiro do Mar. O projeto atua com a restauração ecológica de 30 hectares e a educação ambiental, visando à valoração dos serviços ecossistêmicos no desempenho de florestas plantadas e fixação do carbono. Além disso, contribui para a proteção e redução do risco de extinção da Melipona capixaba, espécie de abelha sem ferrão, endêmica da região e de grande importância para polinização. O projeto já plantou aproximadamente 8.000 mudas de espécies nativas e ameaçadas de extinção da Mata Atlântica, repovoamento da abelha Uruçu Capixaba, também ameaçada de extinção e vem atuando em diferentes ações de educação ambiental junto as escolas e comunidade rural do município de Domingos Martins.

 

7dc0fe58-50df-42ea-add7-9811d7dd9249

Comentários