Jetibá Online
Rádio Jetibá Online

09 de Abril de 2020 | Santa Maria de Jetibá, ES

Busque no Jetibá Online:



Notícias

Estado tem 16 casos de coronavírus. Santa Maria de Jetibá possui quatro notificações
Publicado 21 de março de 2020

6cbcd79f-9a9a-48fd-bdf1-3546dead53de

Texto: Julio Huber / Foto: Divulgação

 

Estado , 21 Março 2020

 

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, anunciou, na noite de ontem (20), que o Estado passa a contabilizar 16 casos confirmados de coronavírus (Covid-19). Cachoeiro de Itapemirim e Cariacica, que não tinham casos confirmados, passaram a ter um em cada município.

 

O município de Marechal Floriano, que na última quinta-feira (19) contabilizava três notificações, foi retirado da lista do Boletim Covid-19. A assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Saude (Sesa) informou, por meio do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS), “que todas as notificações municipais passam por verificação de protocolos de classificação de casos. Por isso ocorre de um dado estar presente em um boletim e ser retirado, pois o CIEVS fez a verificação e concluiu que não se enquadra como suspeito para Covid-19”.

 

Dos 16 casos confirmados no Estado, seis pessoas permanecem internados, sendo um em hospital no município da Serra e cinco em hospitais de Vitória. O governador ainda informou que as pessoas se recuperam bem. Ao todo, foram notificados 655 casos suspeitos em todo o Espírito Santo. Desse total, 153 já foram descartados. Trinta e sete municípios possuem casos notificados.

 

Nos municípios da Região Serrana, são sete o número de municípios com casos notificados. Domingos Martins possui quatro casos notificados e em investigação. Santa Maria de Jetibá também possui quatro notificações, com um caso descartado e três sob investigação.

 

Em Venda Nova do Imigrante foram notificadas duas suspeitas, sendo uma descartada. Dois casos estão sendo investigados em Santa Teresa, um em Laranja da Terra e um em Castelo. Entrou na lista de ontem o município de Itarana, que passou a ter um caso suspeito.

 

A Sesa lembra que os dados pessoais dos pacientes são invioláveis de acordo com a Constituição Federal, estando protegidos por sigilo pela Lei 13.709/2018 (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais), sendo vedado inclusive a divulgação de bairros em que se localiza a residência dos casos suspeitos ou confirmados. A violação destes direitos está sujeita a responsabilização administrativa, cível e criminal.

Comentários