Jetibá Online
Rádio Jetibá Online

28 de Maio de 2017 | Santa Maria de Jetibá, ES

Busque no Jetibá Online:



Notícias

Prefeitura propõe construção de rua, mas igreja quer passarela
Publicado 29 de fevereiro de 2016

 

 

Reunião Igreja e Prefeitura

Diretoria da Igreja Luterana e representantes da prefeitura se reuniram nesta segunda (29)

 

 

O pátio da Igreja Luterana, no Centro da cidade, foi sublocado para a Apae, nova administradora do local, e que cercou a área para transformar em estacionamento privado para cobrar por hora. A área é de propriedade da igreja e vinha sendo utilizada há mais de 40 anos como passagem de pedestres, principalmente por crianças que passam pelo local para ir a escola. Porém, como a área agora está toda cercada, a passagem de pedestres deverá ser desviada para outro local.

 

 

Como alternativa a Igreja Luterana propôs a construção de uma passarela que seria construída com recursos próprios. Esta passarela, que seria atrás do galpão da igreja seria exclusiva para pedestres, de aproximadamente 2,5 metros de largura e ligaria a Rua Floriano Emilio Berger até a Rua Alfredo Potratz, em frente à quadra. A passarela contaria com iluminação, calçamento e urbanização.

 

 

Rua e passarela ou apenas passarela?

 

 

 

 

20160226053017 (1)

Esta segunda-feira (29) foi realizada reunião entre o prefeito Eduardo Stuhr, secretários municipais e a diretoria da Igreja Luterana onde o prefeito apresentou uma proposta que, segundo o mesmo, atende os anseios da sociedade santamariense. O objetivo da reunião era  tentar sensibilizar a diretoria da igreja para haver um consenso e que possibilitasse a prefeitura construir uma rua para trafego de veículos e pedestres.

 

 

O projeto da prefeitura é indenizar a igreja pelo terreno localizado atrás deste galpão e no local construir uma rua ampla, com 7 metros de largura. A rua também receberia um calçamento de 1,5 metros de cada lado para a passagem de pedestres e seria construída com recursos da prefeitura de Santa Maria de Jetibá.

 

 

De acordo com Stuhr, na Rua Floriano Berger existe um tráfego intenso de caminhões de carga, que descarregam suas mercadorias no local. Após o descarrego, estes caminhões não conseguem seguir até o final da rua e sair na rua principal, na Av. Frederico Grulke, porque o local é estreito e os caminhões não passam pela curva de 90 graus próximo a loja Hell Auto Peças. O prefeito destaca ainda que atualmente a maioria dos caminhões que descarregam na área retornam em marcha ré ou manobram dentro do pátio de festas e voltam pela contramão.

 

 

“Não sou contra a construção da passarela proposta pela Igreja Luterana, mas temos que pensar no futuro. A cidade já sofre com erros de planejamentos do passado, com várias ruas e calçadas mal projetadas e mal construídas e se hoje temos a oportunidade de fazer a coisa certa, por que não aproveitar e fazer bem feito?”, disse o prefeito.

 

 

 

 

Planejamento da Rua

“A proposta da prefeitura é construir no local uma rua que vai melhorar muito o trânsito na cidade e também resolveria o problema de acessibilidade para os pedestres, pais e alunos que utilizam o local para ir para escola ou para igreja”, complementou Eduardo.

 

 

 

 

Ao final da reunião as partes não chegaram a um acordo: a igreja entende que construir apenas uma passarela de pedestres é a melhor forma de resolver o problema de falta de acessibilidade. Já a Administração Municipal continua entendendo que uma rua de 10 metros com calçada, observando os princípios de acessibilidade e que possibilite o tráfego de veículos e pedestres é a melhor opção.

 

 

 

 

Desta forma ficou decidido que a prefeitura que já está com dinheiro em caixa para construir a rua, enviará o projeto para a diretoria da igreja que junto com o conselho fiscal e membros farão uma nova avaliação da atual situação.

 

 

 

 

 

Rua Projetada

O vermelho demarca o local onde está sendo proposto a construção de uma nova rua.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Assessoria PMSMJ

 

 

 

 

 

Comentários