Jetibá Online
Rádio Jetibá Online

16 de Agosto de 2017 | Santa Maria de Jetibá, ES

Busque no Jetibá Online:



Notícias

Santa Teresa vai ganhar duas barragens
Publicado 5 de agosto de 2017

 

Foto: Leonardo Duarte/Secom-ES

Foto: Leonardo Duarte/Secom-ES

 

 

Santa Teresa ganhará duas barragens para armazenar água e diminuir os impactos durante períodos de estiagem. Na tarde desta sexta-feira (04), no Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), o governador Paulo Hartung e o secretário de Estado da Agricultura, Octaciano Neto, assinaram ordem de serviço para o início das obras dos reservatórios de Itanhanga e Rio Perdido II. O investimento total será de mais de R$ 1,6 milhão.

 

 

Antes de assinar as ordens de serviço, a comitiva esteve na manhã desta sexta-feira em São Roque do Canaã fazendo vistoria às obras das barragens de Santa Júlia e Alto Santa Júlia, nas comunidades de Agrovila e Santa Luzia.

 

 

As barragens em Santa Teresa terão capacidade para armazenar 199 milhões de litros de água. A previsão é de que elas estejam concluídas em 180 dias. O reservatório de Itanhanga 91.5 milhões de litros, terá uma área alagada de 3,69 hectares com investimento total de R$ 1,06 milhão. Já Rio Perdido II armazenará 108 milhões de litros em 3,93 hectares com investimento de 637 mil.

 

 

Durante o evento, o governador Paulo Hartung relembrou que a escassez de água era um tema pouco debatido pela sociedade.  “O desafio da época foi o excesso de água por conta das fortes chuvas. A sociedade não debateu a escassez de recursos hídricos no último processo eleitoral. O que não estava no debate e planejamento teve que ser colocado. Assim que tomei posse criei um comitê para debater o tema hídrico. Nele, decidimos priorizar o Fundagua e criar o programa de reservação de água”, relembrou o governador.

 

 

Segundo Hartung, construir reservatórios é fundamental para atravessar os períodos de escassez. “Em plena crise socioeconômica, estamos fazendo um conjunto de reservatórios de água de meio porte para enfrentar os longos períodos sem chuvas. O essencial é preservamos nossas coberturas florestais e nascentes, mas construir reservatórios é fundamental para atravessar os períodos de escassez e minimizar os impactos.  Temos que mudar nossa cultura e forma de consumo dos recursos naturais. Temos que ser mais conscientes e equilibrados”, alertou Paulo Hartung.

 

 

O secretário Octaciano Neto ressaltou a importância da construção das barragens. “O governo do Espírito Santo criou uma política pública de construção de barragens que tem influenciado os produtores rurais do Estado a também investirem na construção desses reservatórios em suas propriedades. Em 2014, o Idaf (Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo) licenciou a construção de 180 reservatórios. Já em 2016, foram 3.700 barragens licenciadas. A região de São Roque do Canaã e Santa Teresa é a que mais está recebendo investimentos do Programa Estadual de Construção de Barragens “.

 

 

Barragens em São Roque do Canaã

 

 

O governador visitou ainda as duas barragens que estão em execução do município de São Roque do Canaã: a barragem Alto Santa Júlia, localizada na comunidade de Santa Luzia, e a barragem Santa Júlia, que fica em Agrovila. Juntas, elas terão a capacidade para armazenar 175 milhões de litros de água. O investimento total será de R$ 2,4 milhões. A construção delas foi iniciada em abril deste ano.

 

 

O reservatório de Alto Santa Júlia tem capacidade para armazenar 130 milhões de litros de água em 2,95 hectares, com investimento de R$ 930 mil e está com mais de 65% dos serviços concluídos, já recebendo o concreto para construção do barramento.

 

 

Já a Barragem Santa Júlia, com capacidade para armazenar 45 milhões de litros de água em 1,35 hectares e investimento será de R$ 1,4 milhão, está com cerca de 20% de conclusão, recebendo o serviço de compactação da base do reservatório.

 

 

Programa Estadual de Construção de Barragens

 

 

O Programa Estadual de Construção de Barragens prevê o investimento de R$ 60 milhões, por meio de recursos da Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), para a implantação de 60 reservatórios de água no interior do Estado até 2018.

 

 

A estimativa é que, com a implantação de todas as barragens, sejam armazenados 67,2 bilhões de litros de água: o suficiente para abastecer 1,2 milhão de pessoas durante um ano, ou irrigar 22 mil hectares de café.

Comentários